Amarante do Maranhão 17 de Julho de 2018

Tamanho da Fonte: A+ | zerar | A-

Prefeitura de Amarante promove “Dia D” de vacinação contra a gripe

Campanha teve início no dia 23 de abril, e se estenderá até 1º de junho.



A Prefeitura de Amarante, por intermédio da Secretaria Municipal de Saúde realizou neste sábado (12), o “Dia D” da Campanha Nacional de Vacinação contra gripe. Para atender o público-alvo as Unidades Básicas de Saúde (UBS), ficaram abertas das 7:30 às 17h; a campanha teve inicio no dia 23 de abril, e se estenderá até 1º de junho.

Segundo recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS), as doses da vacina de 2018, irão prevenir contra os três subtipos do vírus da gripe A (H1N1) , A (H3N2) e B. Essa etapa da Campanha tem como público-alvo idosos a partir de 60 anos, crianças a partir de seis meses até quatro anos, gestantes, doentes crônicos, mães no pós-parto, portadores de necessidades especiais, professores e profissionais da saúde.

De acordo com a coordenadora de Imunização da secretaria de Saúde, Solange Marinho, a meta é vacinar 13.131 pessoas que integram o grupo de risco no município. “No começo da campanha tivemos uma procura baixa, mas depois a população aderiu, fazendo com que a procura pela vacina crescesse nas nossas unidades de saúde”, explicou Solange. que também disse que é importante frisar que essa campanha encerra dia 1º de junho para o público-alvo, ou seja, depois disso a vacina passa a ser liberada para toda a população

“ É importante esclarecer esse mito, de que quando se toma a vacina, a pessoa acaba gripando, o que acontece é que quando tomamos a vacina o organismo leva  quinze dias para a vacina agir, e nesse período pode acontecer da pessoa já está com o vírus, ou vir a adquirir nesses quinze dias, provocando assim mito em relação a vacina da gripe”, concluiu Solange Marinho.

A aposentada, Augustinha Ribeiro, 75 anos, chegou cedo a unidade de Saúde do seu bairro, e disse saber da importância de se prevenir contra a gripe “Todos os anos eu me vacino, porque na minha idade pegar gripe é muito ruim”, comentou Augustinha.

Outra que fez questão de também participar da campanha, foi a dona de casa Fernanda Ferreira, que trouxe sua filha , Isabela de sete meses, para se imunizar contra a gripe “ A agente de saúde da minha rua me avisou que sábado ia ter vacina e eu fiz questão de trazer a minha filha aqui hoje para que ela não corra risco de gripar já que é muito novinha”, disse.

Vale ressaltar que a vacina é priorizada nessa etapa da campanha para esses grupos de risco, devido serem compostos por pessoas que geralmente estão mais expostas e vulneráveis ao vírus da gripe.

(FONTE: ASCOM/PMA)